Socioambiental

Ações e Projetos

Planejamento socioambiental requer uma visão integrada que compreende o ambiente não apenas como um meio que abriga populações biológicas, mas que contempla a categoria sociológica incorporada por comportamentos e modos de vida. Esses fenômenos socioculturais ligados à natureza, assim como os aspectos físicos e biológicos, são a própria natureza a ser conservada.

O IM acredita ser fundamental fortalecer e qualificar a participação das comunidades locais na promoção de uma gestão so-cioambiental participativa, compartilhada e descentralizada, de maneira a consolidar a importância das áreas de conservação como forma de promover a cidadania.


Resgate do Patrimônio Cultural

As comunidades rurais de entorno ao IM são remanescentes de quilombolas e compõem o mosaico do patrimônio cultural da região. Estas comunidades são detentoras de características culturais peculiares no que diz respeito ao uso da terra, territorialidade e imaginário social. Os projetos socioculturais do IM visam o resgate do sentimento de pertencimento, e de valores que buscam contribuir para manutenção da identidade e sustentabilidade das comunidades. Principalmente diante do cenário de vulnerabilidade social atual, a preservação das tradições para as novas gerações é fundamental. Neste contexto, o Samba de Roda, é um elemento cultural local imponente e está contemplado no Projeto “Resgate Patrimonial Local”, assim como o vasto conhecimento e uso de plantas medicinais contemplado no Projeto “Oficina Farmácias Vivas” e produção artesanal de farinha de mandioca e óleo de dendê para subsistência.

Educação e Desenvolvimento Humano

Na construção efetiva do capital social, o IM, através da capacitação de lideranças comunitárias, visa promover o desenvolvimento local integrado e sustentável. Essa visão estratégica tem como fundamentos a participação ativa das comunidades e parceria com instituições públicas e privadas na formação de atores sociais, com propósito de torná-los aptos em articular interesses coletivos, identificar habilidades vocacionais, desenvolver conhecimentos e competências, bem como, contribuir para melhoria da qualidade de vida dos indivíduos, expectativa socioeconômica, e melhor aproveitamento dos projetos associados à promoção de educação e conservação da natureza.

A valorização dos recursos naturais requer seu uso de forma sustentável, nesta premissa, através do desenvolvimento do capital humano local, o IM investe em ações que promovam o desenvolvimento do tecido social por meio de implementação de políticas, programas e projetos que não apenas assegurem a sustentabilidade das atividades tradicionais, mas, principalmente, garantam a valorização e qualidade de vida dessas populações presentes na região.

Gestão Compartilhada

Para conquistar êxito no desenvolvimento das atividades institucionais, o IM acredita ser fundamental promover o envolvimento e adesão da comunidade local, na construção e sustentabilidade das suas ações. Com este objetivo, a realização de programas e projetos são pautados na participação e empoderamento das associações comunitárias nas etapas de planejamento e implementação, através de mobilização e organização social, cooperação e consenso entre os membros.